Sobre os últimos e os próximos dias

http://charlottedaydesign.com/

Como vocês devem ter notado, durante esse mês tem rolado post quase todos os dias aqui no blog. Digo quase porque nos finais de semana eu me permiti ficar longe da internet (exceto no primeiro final de semana do mês, em que falei sobre minha mudança de visual e fiz a resenha de Precisamos falar sobre o Kevin) e também porque houveram dois dias ~normais~ em que também não postei, já que precisava entregar alguns freelas.

A minha vontade de escrever mais por aqui vem de dois motivos: o primeiro é que eu sentia que tava muito displicente com a minha escrita, e ainda que o blog seja apenas um hobby, eu gosto de o levar bastante a sério. E o segundo é que sentar na frente do computador e escrever todo dia tem me ajudado muito no projeto-mor desse ano – e de que eu falei nesse post aqui. Ter mais foco é a minha grande meta de 2016 e ainda que a internet seja uma das minhas maiores aliadas nesse processo, ela também é uma das minhas maiores inimigas. Louco, não?

Quando eu preciso sentar aqui e fazer algo rápido e sério e que na maioria das vezes envolve escrita, eu acabo demorando muito mais tempo do que deveria porque me distraio facilmente. E não dá pra ser assim. Se eu não sou assim no trabalho, por que raios vou ser assim na minha casa?

Foi por tudo isso que decidi que iria tentar postar todos os dias esse mês e, hoje, 20 dias depois, venho aqui contar que tenho conseguido fazer isso com bastante sucesso. 😀

http://charlottedaydesign.com/

Como eu não deixo os posts agendados, todo dia depois do trabalho (em que, aliás, eu já tava escrevendo, só que pra revistas), eu tenho que vir aqui na frente do computador e escrever sobre o tema do dia.

Tenho que admitir que tá sendo mega cansativo. Mas tá valendo a pena. Eu tenho conseguido focar muito mais nos textos, indo lá e fazendo o que tem de ser feito, sem muita distração. E isso tá me ajudando muito, inclusive em freelas que eu tenho conseguido fazer com mais rapidez.

Por outro lado, existem alguns dias em que eu fico completamente sem ideia do que postar. Eu sou muito movida a inspiração e o blog tem essa função de ser o lugar onde eu deposito tudo isso, além das minhas dúvidas, meu dia a dia, meus gostos, minha visão da moda… E se não tem algo que eu ache verdadeiramente legal e interessante pra escrever, eu deixo quieto e espero surgir um novo tópico na minha vida. Postar ~qualquer coisa~ só por postar não rola e deturpa completamente a ideia que eu faço da blogosfera.

Portanto, encerro esse post com duas considerações. A primeira é que de tão positiva que tá sendo a experiência desse mês, eu quero leva-la – ainda que de forma muito menos rigorosa – pra frente, ou seja, que mesmo depois que abril acabar, a ideia é postar ainda com bastante assiduidade aqui no blog. Não vai ter post todo dia, mas vai ter muito mais post do que tinha antes.

A segunda é que tanto agora em abril quanto depois que o mês terminar, eu já imagino que vão rolar alguns dias de “falta de inspiração” de temas. Normal, né. E aí queria pedir a ajuda de vocês pra me ajudarem com sugestões. Vale TAG, bate papo, resenha, história de algum estilista, o que vocês acharem interessante. Se for algo que me inspire, que me faça pensar, que me chame a atenção, certeza que eu vou escrever sobre o assunto aqui. E mesmo que não role de fazer exatamente aquilo que foi sugerido, às vezes uma ideia dada me ascende outra na cabeça  e isso acaba virando post também.

Então, é isso. Espero muito contar com a ajuda de você! E podem deixar ideias aqui ou em qualquer outra rede social, mandar email, etc, que eu vou olhar tudo. Qualquer sugestão é mais do que bem-vinda!

Bisous, bisous e até amanhã.

– As ilustras desse post fazem parte de uma série linda, linda da ilustradora Charlotte Day. Aqui o link do site dela, cheinho de imagens maravilhosas.

Com que roupa eu vou: sobre o Lola e outros festivais

A verdade é que apesar de nunca ter ido a um festivel de música, eu morro de curiosidade de colocar os pés em um. Fico imaginando como devem ser esses festivais gigantes como o Lollapalooza e o Rock in Ro (esse último que me aguarde ano que vem!) porque me dá essa sensação de que a experiência é bastante diferente da de “apenas” ir a um show. É a ideia toda em si de estar em um lugar com um monte de gente celebrando algo muito maior.

Pode soar discurso panfletário essa minha visão, eu sei, mas eu realmente acho que essa atmosfera de festivais acaba sendo um reflexo muito poderoso da nossa geração globalizada que gosta de diversos estilos musicais e que com um clique escuta desde uma música dos Beatles até o novo álbum de uma banda sueca de nicho.

Por isso que em um final de semana como esse, em que o Lola abre seus portões para mais uma edição do evento, eu gosto de dar uma espiadinha, ainda que de longe, no que tá acontecendo e em quais bandas estão se apresentando.

Tem também, é claro, a questão da moda, já que festivais assim costumam ser uma vitrine gigante de estilos normalmente muito mais descolados, confortáveis e cheios de referências do que em qualquer outro evento.

Por isso que achei muito legal que a Farfetch fez uma série de infográficos com sugestões de looks pra usar não só no Lola, mas em outros festivais ao redor do mundo, sempre contextualizando com a história de cada um e algumas das atrações que já passaram por eles.

Pra quem ainda tava na dúvida com qual roupa ir hoje, ficam aí algumas ideias bem legais e estilosas.

Guia de Looks para Festivais - Farfetch

Bom festival pra vocês e me contem depois aqui nos comentários quais foram seus shows preferidos!

Bisous, bisous e bom final de semana!