Os cinco de dezembro/2013 e os cinco de janeiro/2014

No final de 2013 acabei não conseguindo postar “Os 5 de de dezembro” aqui no blog, mas enquanto selecionava as fotos que iriam entrar no post desse mês, resolvi juntar com aqueles acontecimentos e escrever aqui também, afinal dezembro é um mês muito incrível (meu preferido, pra ser mais exata) pra passar assim em branco. Então, vamos lá! Ps: lembrando que todas as fotos desse post são do meu instagram, @paulinhav).

Dezembro 2013

O arco-íris mais lindo que eu já vi

Sabe aqueles dias em que o que você mais deseja é chegar no seu apartamento, tomar um banho quente, se enfiar debaixo das cobertas e dormir o máximo de horas possíveis? Pois então, eu tava em um dias desses, com meu corpo e cabeça totalmente cansados e só pensando na hora que ia chegar em casa. Só que aí, quando já ia entrando no prédio, olhei para o céu e me deparei com essa cena: a mistura do pôr-do-sol com um arco-íris que tinha acabado de aparecer. Pode soar bem piegas, mas essa mistura deixou o céu de uma beleza tão grande e cheio de cores tão lindas que funcionou mil vezes melhor pra mim do que qualquer banho e cama. Me senti recompensada – e renovada – depois de um dia tão desgastante.

Crônicas de uma bicicleta rosa solitária

Faz mais de um ano que terminei minhas aulas na Unesp, e, depois disso, só voltei ao campus para apresentar meu TCC. Então, colocar os pés na faculdade de novo e passear pelo bosque, renovar a carteirinha da biblioteca (ex-aluna também pode pegar livro, todas comemora!), comer um salgado na cantina e ver alguns poucos alunos perdidos pelos corredores nessa época de quase férias, é estranho e nostálgico. Mas é também muito bom.

Cinema & Café <3

Café pra mim é total amor eterno, amor verdadeiro, e eu sou verdadeiramente apaixonada por conhecer novas cafeterias e suas decorações e quitutes. Em Mogi Mirim, cidade natal do meu namorado, tem essa cafeteria (um dos meus lugares preferidos na cidade), chamada Cine Café, que tem esse nome bem autoexplicativo. Ela faz parte de um cinema que tem lá e tem um cardápio mega diverso, mais até com cara de restaurante do que de cafeteria. Eu amo também que eles exploram o tema do cinema na decoração e tem vários cantinhos inspiradores no lugar. Se algum dias vocês estiverem por lá, vale muito a visita! E aproveitem pra pedir um capuccino com chocolate, que é uma das bebidas mais sensacionais do lugar.

Ps: pra quem não sabe, tenho uma listinha no listography “avaliando” todas as cafeterias que vou. Se alguém se interessar por ir em alguma que tem aí, conta aqui depois o que achou :)

Natal em família

Dezembro também é o mês do Natal, minha data preferida do ano, seguida ali de pertinho pelo Ano Novo. Como já é tradição, passo todos os anos o Natal em Leme, cidade dos meu pais, junto com a minha família. Descendentes de italianos, minha família é daquelas que enxerga em qualquer  deixa uma boa desculpa pra se reunir e comemorar, e se é assim com coisas menores, imagina no Natal?! Nessa época, a gente sempre se reúne no salão de festas do prédio da minha tia, e entre famílias e amigos, lá se vão uns 40/50 convidados! Com direito a muita comida gorda, troca de presentes de amigo secreto, música, conversa e risada.

Com o mon amour

Ano Novo, vida nova. 2014 pra mim, definitivamente, está sendo um ano de mudanças, porque como já contei aqui no blog eu prometi pra mim mesma que, nesse ano, minha meta número seria não deixar mais nada pra depois. Essa vida é muito curta pra gente ficar adiando nossos sonhos! É óbvio que existem coisas que precisam de mais tempo pra se conseguir, mas tudo o que é possível pra já, eu tô correndo atrás e deixando de “inventar desculpas” como eu fazia antes de que não tinha tempo, disposição ou que simplesmente iria ver sobre isso dali a pouco. Depois eu venho contar aqui no blog as coisas que já aconteceram e o que tô correndo atrás pra acontecer em breve.

A foto aqui de cima foi durante o Ano Novo, em um daqueles momentos em que além da certeza de que você tem uma meta muito bem estabelecida na cabeça e que vai te fazer muito feliz durante o ano, você tem mais certeza ainda de estar com a pessoa certa ao seu lado pra te ajudar a realizar todos esses sonhos <3

Mudando de assunto...

Janeiro 2014

A série preferida

Janeiro eu decidi que tava com saudades de Harry Potter e cheguei até a cogitar a possibilidade de reler todos os livros aqui da foto.  Porém, eu tenho uma longa lista de títulos que quero ler pra ontem, então decidi que por enquanto eu iria rever os filmes e, mais pra frente, iria reler os livros. E olha, foi a decisão mais acertada que eu poderia ter pra começar esse ano bem. Me inspirou muito e decidi que logo quero rever outros filmes preferidos da vida também (já até comprei o Edward Mãos de Tesoura!).

Comemoração de aniversário

Dia 10 de janeiro completei 24 anos de idade e pra comemorar a data chamei alguns amigos para irem no Galpão, um barzinho aqui de Bauru. Eu nunca tinha ido até lá e foi uma surpresa maravilhosa o lugar, tanto que tô super tentada a repetir a dose esse final de semana. Na foto aqui de cima, além da minha companheira “Sex on the Bitch”, tem também o Diego, amigo que sempre desfila com os melhores looks da redação, e o Antônio, seu namorado e um baita desenhista. E olha que amor, os dois ficaram noivos e casam mês que vem! 😀

O cartão de aniversário mais legal de toda a história dos cartões de aniversário

Na redação, tem essa tradição de sempre fazer um cartão de aniversário nada convencional pra quem estiver ficando mais velho. Na verdade, a gente adora cartões, e tudo quanto é data serve de desculpa pra gente fazer um. Ano passado eu havia ganhado um muito incrível quando saí do estágio e tenho ele guardadinho até hoje. Mas daí nesse ano, no meu aniversário, ganhei esse daqui de cima e pronto, tive certeza na mesma hora que esse era o cartão de aniversário mais legal de toda a história dos cartões de aniversário haha. Foi bem na época ainda eu que eu tava revendo os filmes do Harry Potter, então imagine minha cara a hora que eu o vi! Fiquei completamente emocionada.

Com a máscara de cílios Noir Couture da Givenchy

Fiz um post sobre essa máscara aqui no blog, e tô animada pra fazer mais “resenhas” de produtinhos que ando testando. Durante a semana eu tenho usado quase zero de maquiagem, mas aos finais de semana tenho aproveitado pra testar várias coisas legais de make e quero compartilhar pra ver se mais gente já usou e o que achou. Além disso, agora tô investido bastante em produtos de cuidados com a pele e acho legal trocar experiências com quem já tá familiarizado com eles há mais tempo ou com quem, assim como eu, descobriu há pouco tempo esse mundo da beleza.

Campanha “Adote um gatinho!”

A história é longa, mas em resumo eu e Diego estamos cuidando de duas famílias de gatinhos de rua. Nós iremos adotar as mães (já até castramos uma e estamos esperando doar os outros gatinhos para castrar a outra), mas precisamos da ajuda de todo mundo para achar um lar para os filhotinhos. Já conseguimos que alguns fossem adotados, mas ainda tem cinco bolinhas de pelo esperando um lar. Se você se interessou, aqui tem toda a história deles e as fotos de cada um. Pode entrar em contato comigo aqui mesmo pelo blog ou por facebook se você quiser ficar com algum, e mesmo que não quiser/puder, não deixa de compartilhar essa história pra gente conseguir chegar em um final feliz, ok?

Bisous, bisous e uma ótima sexta-feira e final de semana!

Os cinco de novembro

Amo passar horas e mais horas nesse lugar

Acho que quem acompanha o blog já tá careca de saber o quanto eu amo livros, mas quando vou para a casa dos meus pais e fico na beirada da piscina acompanhada de um bom romance, a leitura fica ainda mais gostosa. É uma mistura de vento batendo no rosto, com a delícia de deixar os pés naquela água geladinha e a companhia de um bom livro que deixam a tarde perfeita. Pode soar um exagero, mas eu realmente amo passar umas boras horas ali, desligada do resto do mundo e apenas aproveitando aquele momento.

Dia de beauté!

Tô numa fase muito forte de produtos de beleza, experimentando um pouquinho de tudo desse universo mágico.

Eu já contei por aqui que passei muitos anos da minha vida me privando de usar produtos de beauté. Isso porque, além de me incomodar o fato de usar óculos, eu sentia uma séria dificuldade de enxergar direito (haha) quando eu tava passando maquiagem. Dei um chega pra lá nesse medo já faz um tempo e tô vivendo uma fase de vamos testar e ser feliz. O que consequentemente tem me levado a investir em produtos de beleza mais do que o normal.

Na foto aqui de cima tem a máscara de cílios Noir Couture da Givenchy, o duo de sombras Glacee Shine da Make B., o B. B. Cream da L’óréal (que eu amo de paixão!), o batom cor 28 (não tenho certeza, gente, haha, porque uso tanto que ele até tá meio apagadinho) da Natura Aquarela e o Dahlia Noir Eau de Parfum da Givenchy. Também recomendo fortemente a base Perfection Lumière da Chanel, que já virou uma das minhas preferidas desde que experimentei.

Pretendo fazer posts sobre esses produtos – e uns outros que andei comprando – pra dar mais detalhes sobre cada um deles e também pra contar como eles têm me ajudado nesse processo de deixar a beleza entrar na minha vida. Aguardem!

Menina Paulista

Em novembro passei uns dias em São Paulo – fiz um post aqui contando dos lugares legais que eu fui – e, como de praxe, reservei um tempinho para passear na Paulista.

Olha, pode ser clichê, brega, caipira, o que for, mas não tô nem aí: a Paulista é a menina dos meus olhos, e sempre que vou pra São Paulo gosto de caminhar por lá, entrar na Livraria Cultura, dar uma bisbilhotada na Fnac, me deslumbrar pela milésima vez com a escadaria da Cásper, tomar um Mocha Branco no Starbucks… Eu amo a mistura de pessoas que passam pela Paulista, amo a imensidão da Avenida, os prédios enormes, os casarões ali por perto e todas as suas particularidades. Me faz um bem danado.

Matando a saudade

São Paulo pra mim também é sinônimo de matar a saudade da Babi.

Eu sei que a Babi meio que dispensa apresentações, afinal ela já apareceu em diversos posts por aqui, mas não sei se eu já comentei em algum momento desse blog que nós moramos em cidades diferentes (eu em Bauru e ela em São Paulo) e a gente costuma passar uns 360 dias do ano conversando por gtalk e nos outros cinco passeando juntas por lá ou por aqui. E Diego, claro, sempre nos acompanha, afinal (e acho que eu nunca contei isso aqui também), eu só conheci a Babi por causa dele. Lá em 2004 (!) os dois se conheceram pela internet, viraram amigos e em 2009 quando começamos a namorar, ele me apresentou ela.

Depois disso, Babi entrou na minha vida pra nunca mais sair <3

 

Cada uma com uma peça da coleção

Cada uma com uma peça da coleção

Já falei sobre a coleção Fashion Five da Riachuelo aqui e aqui (viram que criei coragem e gravei um vlog?!), e esse dia aí realmente foi uma delícia por causa principalmente da companhia dessas três amigas incríveis da foto. Ainda que tenha faltado mais gente querida no dia, fiquei felizona por ter reunido as três e conseguido essa imagem de recordação :)

Os cinco de outubro

Agora sou uma jornalista formada! \o/

Outubro foi um mês muito importante pra mim. Entre os vários motivos que explicam isso (um beijo, Di, que completou 26 aninhos nesse mês!), a minha colação de grau, ao lado de toda minha família, amigos e do próprio Diego que pra quem não sabe era da minha turma da faculdade e se formou junto comigo, foi tipo a coisa mais incrível desse mês que passou. Como eu já tinha contado nesse post aqui, eu terminei todas as minhas aulas já no final do ano passado, entreguei o TCC em junho e, teoricamente, deveria ter me formado em jornalismo ainda no meio do ano. A Unesp, no entanto, entrou em uma greve que durou meses (a primeira desde quando eu comecei a estudar lá, em 2009) e só agora as aulas voltaram e a faculdade pode fazer nossa colação de grau. E digo sem pieguices que valeu mesmo cada minuto de espera.

Sei que “é só um papel”, mas o significado que há por trás dele é tão forte, tão importante e tão recompensador na minha vida, pessoal e profissional, que chega a ser difícil colocar tudo isso em palavras. Fora que poder me formar junto com o Diego e viver esse momento de felicidade juntos, é algo que não tem preço.

Lá na cidade dos meus sonhos…

Paris é a cidade que eu mais sonho em conhecer no mundo. Lógico que há uma lista bem grande de lugares, dentro e fora do Brasil, que eu espero (e vou!) um dia colocar meus pés, mas Paris é inigualável. Já faz muito tempo que eu sonho com o dia que eu vou ver a Torre Eiffel toda iluminada durante a noite, com o dia que vou passear pelos jardins do Château de Versailles, com o tão esperado dia que vou conhecer a Champs Elysées, o Arco do Triunfo, a Praça da Concórdia e tantos outros lugares não tão famosos, mas nem de longe menos importantes ou menos belos. Na real, eu espero em breve realizar um sonho que eu e Diego temos de fazer uma grande viagem pela Europa e conhecermos essas cidades e lugares que a gente ama, ainda que através dos livros e filmes. Essa é, com certeza, uma das maiores metas de 2014.

Universo de referências

Cês me perdoem a redundância já que eu falei desse assunto aqui no blog mês passado, mas me sinto muito inspirada toda vez que olho pra estante (e pras mil pilhas espalhadas pelo quarto e sala) e vejo minha coleção de revistas ali à mostra. E nem são só revistas de moda, mas algo bem mais geral mesmo. Tem Piauí, tem Zupi, tem Carta Capital, tem um pouquinho de tudo.

Lógico que tem muitas magazines que a gente acaba se apegando mais porque tem mais a ver com a gente e com nosso universo, mas eu gosto muito de comprar coisas novas na banca – e quando não dá, conseguir ter pelo menos um gostinho dela pela internet ou ler pelo ipad. Nunca se sabe quando a gente vai encontrar uma nova Lula por aí, né? Aliás, falar mais sobre revistas, sua história e sua importância, é algo que quero botar em prática aqui no blog.

O amor pela passarela

Eu conheço muita gente que ama moda, mas que não é muito fascinado assim por esse lance de assistir desfiles. Só que pra mim quando as luzes se apagam, vem aquela voz de fundo anunciando quem vai se apresentar (ou tipo as normas de segurança como é no SPFW), já me dá um friozinho na barriga. Eu gosto MESMO de ver desfile, gosto MESMO de ler release, de querer saber o que as pessoas acharam, de ver os detalhes das roupas. Mexe comigo de uma forma diferente ver as roupas ali em cima da passarela fazendo parte de um contexto ao invés de vê-las simplesmente penduradas em cabides numa arara. Desfile pra mim é mais do que algo que vejo por causa da profissão que quero seguir, mas é principalmente algo que vejo porque me inspira, me enche de ideias, me dá uma sensação boa. É amor e amor é mesmo algo difícil de se explicar.

A foto daqui é do Social Bauru Fashion Show, um evento muito bacana que fui em outubro e de que eu falei aqui.

Dançar como se não houvesse amanhã

“Blue jean baby, L.A lady
Seamstress for the band
Pretty eyed
Pirate smile
You’ll marry a music man
Ballerina, you must’ve seen her
Dancing in the sand
And now she’s in me, always with me
Tiny dancer in my hand”

Em um momento super bobo, mas muito gostoso: brincar de posar pra câmera enquanto dançava uma das músicas mais importantes da minha vida, “Tiny Dancer”.

Todas as fotos do post são do meu instagram, @paulinhav.

Bisous, bisous.

Os cinco de setembro

Amiga há 17 anos e contando! <3

Amiga há 17 anos e contando! <3

Apesar de ser uma raridade eu conseguir ir dois meses seguidos para a casa dos meus pais em Leme, dessa vez deu certo, e valeu muito a pena por dois motivos especialíssimos: o aniversário da minha irmã – com direito a festa, bolo, gordice e risada – e o aniversário da Gabi, essa amiga linda aqui da foto que tá há 17 anos na minha vida e também é meio que como uma irmã pra mim. Apesar de eu ter ido pra lá alguns dias depois da data oficial, o abraço e os desejos de felicidade foram os mesmos, e aproveitamos então o momento de “vamos botar a conversa em dia” e batemos uma foto nova, já que fazia mais de um ano que não registrávamos um momento juntas! E, por uma sincronicidade que a gente só percebeu depois, o momento tão colorido e feliz ficou literalmente estampado na foto :}

O casal de gatos mais fofinho ever, dormindo do jeito mais fofinho ever

Eu já contei aqui no blog que tive uma gata chamada Sophie – a gata mais valente e linda que você poderia querer ter ao seu lado – e, depois dela, meu amor por gatos só aumentou.  Esses daqui da foto são dois gatos que vivem aqui na rua do apartamento e que praticamente moram na nossa garagem.  A gente sempre dá comida e água pra eles – até compramos uma caixinha de transporte fofa caso a gente tenha que levar um deles no veterinário – e como nos últimos dias fez bastante frio durante a noite, eles dormiram assim, literalmente abraçados e esquentando um ao outro. Diz se não é pra chorar arco-íris de fofura?

To querendo cuidar mais da minha pele e botar lições de beleza em prática!

Desde o ano passado eu aprendi um montão de coisas sobre beleza por causa das pautas que fazia na editora onde trabalhava. Só que daí esse ano eu saí do estágio e comecei a trabalhar em outro lugar, e tinha certeza que né, agora beleza ia ser um negócio só pra eu estudar e falar aqui no blog vez em quando. Mas não! Agora que to trabalhando como social media e cuidado da página de algumas empresas da área, to tendo que voltar a pesquisar e aprender cada vez mais sobre o assunto. E to empolgada pra trazer todo esse ensinamento pra minha vida real, ou seja, comprar mais produtos, fazer limpezas e cuidar mais da minha pele, ir em breve em um dermatologista e mais um monte de coisas que eu realmente to animada pra botar em prática. Por isso mesmo comecei comprando um produto que há tempos tava querendo: o BB Cream da L’oreal e logo mais vou fazer um post aqui no blog sobre ele. Aguardem! hehe.

Jessie J é uma inspiração na minha vida

Jessie J é uma inspiração na minha vida

Provavelmente meus amigos já enjoaram de escutar falar da Jessie J de tanto que eu rasgo elogios pra ela, mas eu acho que isso é meio viciante e impossível de parar haha. Porque Jessie, definitivamente, me inspira! Essa foto aqui de cima foi do show dela no Rock in Rio, que eu não pude ir, o que é uma pena, mas que assisti inteirinho na TV, dançando e cantando como louca na casa de uma amiga. Além dela ter sido uma fofa e ter dedicado uma das músicas a um fã que a abordou, literalmente, no meio das ruas do Rio de Janeiro, ela deu uma entrevista para o Multishow depois onde disse um negócio que me marcou muito. Segundo ela, todas as suas letras são sempre pra cima, porque ela é uma pessoa assim e enxerga a vida assim. Mesmo naquelas letras onde tem uma história triste, tipo Who’s laughing now?, a mensagem é positiva. Não é uma queixa, não é um sofrimento, é sempre a superação e as coisas boas que vêm depois daquilo. Incrível, não?

Brincando de look do dia

Além do instagram, onde, já deu pra perceber, eu gosto de colocar fotos de um monte de coisas randômicas, eu posto alguns “looks do dia” (sempre me sinto meio pateta dizendo isso, mas né, é isso mesmo) no dujour, um aplicativo de celular bem bacana. Quem quiser me seguir por lá, to como @paulinhav. Na foto, to estreando esse vestido listrado que foi presente do namorado, e decidi arrematar com um acessório que sempre amei e sempre vou amar: colar de pérolas. O cenário florido é um oferecimento da primavera que tá crescendo no jardim do prédio :}

Os cinco de agosto

Já faz um tempo que eu quero compartilhar um pouco mais da minha vida pessoal aqui no blog. Uma ou outra vez eu até falo um pouco mais de mim por aqui, mas eu pensei que seria legal fazer no começo de todo mês dois tipos de posts mais rapidinhos, mas que também mostrem um pouco de quem eu sou pra vocês. Porque né, conhecer as pessoas, sua vida, vontades e desejos pode ser um ótimo exercício também pra entender como a moda se encaixa ali, como tá presente no dia-a-dia dela.

Então é isso! A partir de hoje o blog ganha dois posts fixos todo mês na categoria Minha Vida. O primeiro é esse daqui, “Os 5 de (insira aqui o mês que acabou de terminar)”, onde eu conto, e mostro em fotos do meu instagram (aka @paulinhav), cinco coisas legais que aconteceram no meu último mês. O segundo é “Wishlist de (insira aqui o mês que estamos)”, com todos os meus desejos de consumo, não só de roupas e sapatos, claro, do mês que tá começando.

E é isso hehe. Espero mesmo que vocês curtam e também deem seus pitacos nos comentários!

Elle Brasil de agosto e "Dormindo com o Inimigo - A Guerra Secreta de Coco Chanel"

Elle Brasil de agosto e “Dormindo com o Inimigo – A Guerra Secreta de Coco Chanel”

No comecinho de agosto eu fui passar uns dias com os meus pais e minha irmã lá na minha cidade natal, Leme, interior de São Paulo. O bom de ir pra lá é que quase sempre eu acabo tendo dias muito quietinhos, dedicados a rever amigos queridos em programas caseiros ou programas tipo ir tomar café e pegar um cineminha, e a me entregar de corpo e alma pras minhas revistas e livros. E eu não to exagerando nessa parte não haha. Sempre que vou pra Leme levo quase que metade da mala com roupas, acessórios e o que mais eu for precisar pra aquelas dias, e a outra metade vai toda abarrotada de revistas e livros :p Juro que já tentei ser mais contida, mas não adianta, sempre acho melhor me precaver e levar milhões de livros e revistas porque “vai que eu acabo tudo e não tenho mais nada pra ler?” haha.

A foto aqui foi em um momento onde eu dividia minha leitura com a Elle Brasil de agosto (essa é a capa pra assinante, mas a capa que tava nas bancas era tão linda quanto) e o livro “Dormindo com o Inimigo – A Guerra Secreta de Coco Chanel”, que já teve até resenha aqui no blog.

Cabelo novo, vida nova!

Cabelo novo, vida nova!

Agosto também foi mês de cortar o cabelo e fazer uma grande mudança no visual!
Mas antes de explicar essa minha mudança, vamos voltar um pouco no tempo lá em 2006/2007. Na época eu tinha 16, 17 anos e sofria com um sério problema capilar. Foi uma época em que eu passei por vários problemas pessoais e acabou que quem sofreu com todo esse stress foram meus cabelos. A queda dos fios era tão intensa, mas tão intensa que eu passei vários anos da minha vida entrando e saindo de tratamentos, testando produtos, fazendo tudo que era possível e imaginável pra poder mantê-los bem. Ou seja, nessa época o que eu mais sonhava era poder mantê-los compridos e saudáveis, uma coisa meio impossível pra quem via seu cabelo caindo aos montes todo dia.

Em 2009 eu vim então pra Bauru e as coisas começaram a mudar. Foi uma grande transformação na minha vida e acho que a felicidade de dentro começou a se refletir também por fora. Meus cabelos ganharam vida, os tratamentos pararam e eu finalmente pude aproveitar minhas longas madeixas, só que como eu já tinha sofrido tanto antes pra poder mantê-lo assim, acabei mantendo o mesmo comprimento durante anos, só cortando as pontinhas pra dar força, sabem?

Bom, tava na hora de mudar então né haha? Ganhei uma leve franja e cortei o cabelo numa altura média!

No início eu até estranhei, mas agora to tirando de letra deixá-lo assim!

Jantar a luz de velas no dia 17

Jantar a luz de velas no dia 17

Eu e Diego começamos a namorar no dia 17 de maio de 2009, e além dos aniversários que comemoramos todo ano quando essa data se repete, a gente mantém o dia 17 de todo mês como um dia especial. Às vezes a gente só faz uma comida mais caprichada aqui no apartamento ou faz um programa não comum na nossa rotina, porque depende do quanto aquele dia tá sendo agitado ou não, mas dessa vez conseguimos ir em um jantar bem romântico. Decidimos então jantar em um restaurante de comida asiática chamado Bangkok, que além de ter uma decoração deslumbrante, um clima super intimista e uma comida deliciosa, fica todo ao ar livre, em um jardim lindo e com uma iluminação feita toda a luz de velas. Lindo, lindo!

O melhor quiche da história dos quiches

O melhor quiche da história dos quiches

Não sei se eu já contei isso aqui no blog, mas eu sou fã número um de cafeterias. Tenho até uma listinha no listography com as cafeterias que já fui e qual foi a minha impressão sobre elas a respeito da comida, atendimento e decoração.

O Lokma Café é um bistrô e cafeteria aqui de Bauru que eu já tinha ido antes, mas que na época não tinha experimentado o quiche mediterrâneo deles. Só que agora eu to trabalhando perto de lá (aliás, em breve vou falar aqui no blog sobre o meu trabalho novo hihi) e depois que experimentei essa delícia, não quero saber de mais nada. É divino e super levinho. E pela foto já dá pra vocês verem o quanto é graciosa a decoração que eles fazem também no prato, né? Comida bonita e gostosa = puro amor.

Palestra de beleza no Top Chic 2013

Palestra de beleza no Top Chic 2013

E pra fechar agosto com chave de ouro, participei de um evento chamado Top Chic que já tá na sua quarta edição e serve como um painel de tendências pra próxima estação. Esse evento sempre foca em três áreas que mudam de ano pra ano e dessa vez as contempladas foram a moda, a beleza e o visual merchandising.

A palestra de beleza foi legal à beça! Quem ministrou foi a maquiadora Cinthia Sganzella e o hairstylist Edu Oliveira, e além de trazerem tendências de cortes e cores de cabelo tanto pro público feminino quanto pro público masculino, eles ainda falaram sobre as academias internacionais de beleza e o Edu compartilhou as suas preferidas com a gente (:

E fim. O post não ficou nem parecido com o “rapidinho” que eu havia planejado, mas tudo bem hehe.

Bisous, bisous.