Os cinco de dezembro/2013 e os cinco de janeiro/2014

No final de 2013 acabei não conseguindo postar “Os 5 de de dezembro” aqui no blog, mas enquanto selecionava as fotos que iriam entrar no post desse mês, resolvi juntar com aqueles acontecimentos e escrever aqui também, afinal dezembro é um mês muito incrível (meu preferido, pra ser mais exata) pra passar assim em branco. Então, vamos lá! Ps: lembrando que todas as fotos desse post são do meu instagram, @paulinhav).

Dezembro 2013

O arco-íris mais lindo que eu já vi

Sabe aqueles dias em que o que você mais deseja é chegar no seu apartamento, tomar um banho quente, se enfiar debaixo das cobertas e dormir o máximo de horas possíveis? Pois então, eu tava em um dias desses, com meu corpo e cabeça totalmente cansados e só pensando na hora que ia chegar em casa. Só que aí, quando já ia entrando no prédio, olhei para o céu e me deparei com essa cena: a mistura do pôr-do-sol com um arco-íris que tinha acabado de aparecer. Pode soar bem piegas, mas essa mistura deixou o céu de uma beleza tão grande e cheio de cores tão lindas que funcionou mil vezes melhor pra mim do que qualquer banho e cama. Me senti recompensada – e renovada – depois de um dia tão desgastante.

Crônicas de uma bicicleta rosa solitária

Faz mais de um ano que terminei minhas aulas na Unesp, e, depois disso, só voltei ao campus para apresentar meu TCC. Então, colocar os pés na faculdade de novo e passear pelo bosque, renovar a carteirinha da biblioteca (ex-aluna também pode pegar livro, todas comemora!), comer um salgado na cantina e ver alguns poucos alunos perdidos pelos corredores nessa época de quase férias, é estranho e nostálgico. Mas é também muito bom.

Cinema & Café <3

Café pra mim é total amor eterno, amor verdadeiro, e eu sou verdadeiramente apaixonada por conhecer novas cafeterias e suas decorações e quitutes. Em Mogi Mirim, cidade natal do meu namorado, tem essa cafeteria (um dos meus lugares preferidos na cidade), chamada Cine Café, que tem esse nome bem autoexplicativo. Ela faz parte de um cinema que tem lá e tem um cardápio mega diverso, mais até com cara de restaurante do que de cafeteria. Eu amo também que eles exploram o tema do cinema na decoração e tem vários cantinhos inspiradores no lugar. Se algum dias vocês estiverem por lá, vale muito a visita! E aproveitem pra pedir um capuccino com chocolate, que é uma das bebidas mais sensacionais do lugar.

Ps: pra quem não sabe, tenho uma listinha no listography “avaliando” todas as cafeterias que vou. Se alguém se interessar por ir em alguma que tem aí, conta aqui depois o que achou :)

Natal em família

Dezembro também é o mês do Natal, minha data preferida do ano, seguida ali de pertinho pelo Ano Novo. Como já é tradição, passo todos os anos o Natal em Leme, cidade dos meu pais, junto com a minha família. Descendentes de italianos, minha família é daquelas que enxerga em qualquer  deixa uma boa desculpa pra se reunir e comemorar, e se é assim com coisas menores, imagina no Natal?! Nessa época, a gente sempre se reúne no salão de festas do prédio da minha tia, e entre famílias e amigos, lá se vão uns 40/50 convidados! Com direito a muita comida gorda, troca de presentes de amigo secreto, música, conversa e risada.

Com o mon amour

Ano Novo, vida nova. 2014 pra mim, definitivamente, está sendo um ano de mudanças, porque como já contei aqui no blog eu prometi pra mim mesma que, nesse ano, minha meta número seria não deixar mais nada pra depois. Essa vida é muito curta pra gente ficar adiando nossos sonhos! É óbvio que existem coisas que precisam de mais tempo pra se conseguir, mas tudo o que é possível pra já, eu tô correndo atrás e deixando de “inventar desculpas” como eu fazia antes de que não tinha tempo, disposição ou que simplesmente iria ver sobre isso dali a pouco. Depois eu venho contar aqui no blog as coisas que já aconteceram e o que tô correndo atrás pra acontecer em breve.

A foto aqui de cima foi durante o Ano Novo, em um daqueles momentos em que além da certeza de que você tem uma meta muito bem estabelecida na cabeça e que vai te fazer muito feliz durante o ano, você tem mais certeza ainda de estar com a pessoa certa ao seu lado pra te ajudar a realizar todos esses sonhos <3

Mudando de assunto...

Janeiro 2014

A série preferida

Janeiro eu decidi que tava com saudades de Harry Potter e cheguei até a cogitar a possibilidade de reler todos os livros aqui da foto.  Porém, eu tenho uma longa lista de títulos que quero ler pra ontem, então decidi que por enquanto eu iria rever os filmes e, mais pra frente, iria reler os livros. E olha, foi a decisão mais acertada que eu poderia ter pra começar esse ano bem. Me inspirou muito e decidi que logo quero rever outros filmes preferidos da vida também (já até comprei o Edward Mãos de Tesoura!).

Comemoração de aniversário

Dia 10 de janeiro completei 24 anos de idade e pra comemorar a data chamei alguns amigos para irem no Galpão, um barzinho aqui de Bauru. Eu nunca tinha ido até lá e foi uma surpresa maravilhosa o lugar, tanto que tô super tentada a repetir a dose esse final de semana. Na foto aqui de cima, além da minha companheira “Sex on the Bitch”, tem também o Diego, amigo que sempre desfila com os melhores looks da redação, e o Antônio, seu namorado e um baita desenhista. E olha que amor, os dois ficaram noivos e casam mês que vem! 😀

O cartão de aniversário mais legal de toda a história dos cartões de aniversário

Na redação, tem essa tradição de sempre fazer um cartão de aniversário nada convencional pra quem estiver ficando mais velho. Na verdade, a gente adora cartões, e tudo quanto é data serve de desculpa pra gente fazer um. Ano passado eu havia ganhado um muito incrível quando saí do estágio e tenho ele guardadinho até hoje. Mas daí nesse ano, no meu aniversário, ganhei esse daqui de cima e pronto, tive certeza na mesma hora que esse era o cartão de aniversário mais legal de toda a história dos cartões de aniversário haha. Foi bem na época ainda eu que eu tava revendo os filmes do Harry Potter, então imagine minha cara a hora que eu o vi! Fiquei completamente emocionada.

Com a máscara de cílios Noir Couture da Givenchy

Fiz um post sobre essa máscara aqui no blog, e tô animada pra fazer mais “resenhas” de produtinhos que ando testando. Durante a semana eu tenho usado quase zero de maquiagem, mas aos finais de semana tenho aproveitado pra testar várias coisas legais de make e quero compartilhar pra ver se mais gente já usou e o que achou. Além disso, agora tô investido bastante em produtos de cuidados com a pele e acho legal trocar experiências com quem já tá familiarizado com eles há mais tempo ou com quem, assim como eu, descobriu há pouco tempo esse mundo da beleza.

Campanha “Adote um gatinho!”

A história é longa, mas em resumo eu e Diego estamos cuidando de duas famílias de gatinhos de rua. Nós iremos adotar as mães (já até castramos uma e estamos esperando doar os outros gatinhos para castrar a outra), mas precisamos da ajuda de todo mundo para achar um lar para os filhotinhos. Já conseguimos que alguns fossem adotados, mas ainda tem cinco bolinhas de pelo esperando um lar. Se você se interessou, aqui tem toda a história deles e as fotos de cada um. Pode entrar em contato comigo aqui mesmo pelo blog ou por facebook se você quiser ficar com algum, e mesmo que não quiser/puder, não deixa de compartilhar essa história pra gente conseguir chegar em um final feliz, ok?

Bisous, bisous e uma ótima sexta-feira e final de semana!

The Christmas Tree

Eu sempre tive uma relação de muito encantamento por dezembro. Mesmo quando o mês ainda nem tinha começado, eu já ficava toda em alvoroço esperando que o primeiro dia chegasse pra poder repetir baixinho pra mim mesma que dezembro tava ali, que as luzinhas de Natal já estavam espalhadas pela cidade e que esse espírito natalino que tanta gente acha balela, não era mentira. Ele existia mesmo e eu sempre sentia sua magia.

Ou melhor, eu sempre fiz com que dezembro fosse, de fato, um mês mágico na minha vida.

Eu sei que não é todo mundo que nutre essa paixão meio maravilhada por dezembro e pelo Natal. Tem gente que acha a época uma forçação de barra pra gente ter que se sentir feliz o tempo todo e pra mascarar uma data comercial. Eu sei de tudo isso e até entendo um pouco esse bode que algumas pessoas têm.

Mas, pra mim, a diferença é que quando é dezembro e o dia tá um caos, com tudo dando errado e meu único desejo sendo o de chegar em casa e dormir, eu saio na rua e tem milhares de luzes espalhadas pela cidade. Tem algumas decorações bonitas, outras bregas e outras que não tão nem lá nem cá, mas todas elas me deixam meio extasiada de andar pela rua e ver todas aquelas luzes juntas.

A diferença é que que quando é dezembro e eu venho para a casa dos meus pais em Leme, toda a família da minha mãe tá reunida decidindo como será a Ceia. E todo mundo tira amigo secreto, e todo mundo ri e todo mundo fica trocando mil telefonemas para decidir os últimos detalhes da festa.

A diferença é que quando é dezembro, eu sei que nesse mês, por mais que a minha vida esteja uma loucura (e eu bem sei esse ano como dezembro pode ser uma verdadeira loucura), em algum momento aquilo vai parar e do lado da minha família e/ou dos meus amigos eu vou ter alguns momentos deliciosos. Eu vou esquecer de toda a correria dos últimos dias e vou só dar risada, vou conversar, vou comer um monte, vou ter tipo um daqueles momentos que a gente lembra ainda por muito tempo depois com vontade de voltar no tempo e reviver tudo de novo.

A diferença essencial pra mim é essa.

Pra mim dezembro e Natal tem mais a ver com despertar na gente uma vontade de ter um tempo só pra nós, pra nossa felicidade, pra nossa renovação do que essa ideia da gente ter que ser feliz o tempo todo.

E com o Ano Novo logo em seguida a gente tem a chance de aproveitar esses momentos de descanso e felicidade pra pensar nos rumos que a gente quer dar pra nossa vida daqui em diante. Ok, não há diferença entre qualquer dia de 2013 com o primeiro dia de 2014. Você vai acordar, tomar seu café e ter 24 horas do dia normalmente pra trabalhar, comer, dormir, dar risada, ver filme e etc. Não há uma diferença real. Mas há uma diferença que a gente pode fazer de entender o ano como um ciclo e de pensar que há 365 novas possibilidades, com 24 horas cada, da gente fazer algo maior da nossa vida.

Ninguém precisa largar sua história toda pra trás e começar tudo do zero. Mas talvez se a gente entender que existem essas 365 novas possibilidades pra mudar algo que a gente não tá contente, pra realizar um sonho, pra conhecer alguém de carne e osso que a gente já é amigo há um tempão pela internet, pra ter mais tempo pra gente, pra ser mais esforçado, anyway, pra gente ser o que a gente quiser ser, fazer o que a gente quiser fazer e até pra descobrir quem a gente quer ser e o que a gente quer fazer, taí a oportunidade.

Até pode ser que Natal e Ano Novo sejam datas muito mais a ver com desejos e vontades do que fatos reais. Não dá pra você apertar um botão e programar o ano de 2014, eu sei. Mas se existe uma época em que tudo converge – desde a família, até os amigos, as inspirações, o descanso, a paz de espírito – pra gente entender isso como um novo começo, essa época é dezembro e as festas de final de ano.

E eu não sou dessas que deixa passar oportunidades 😉

Mudando de assunto...

Feliz Natal! (e muita gente amada por perto, muita gordice e muita diversão essa noite).

Ainda não vou desejar feliz Ano Novo porque antes do dia 31 volto aqui pra falar sobre outros assuntos e também pra contar das minhas resoluções de 2014 :p

Bisosu, bisous

Wishlist de dezembro

Nesse ano, dezembro tem sido pra mim sinônimo de muito, muito trabalho, e posso afirmar com toda certeza que nunca um mês foi tão louco na minha vida quando este está sendo. Mas tá tudo bem, porque é um sacrifício que vai valer a pena. Aliás, já valeu a pena, porque vou começar 2014 cheia de novidades. Mas calma que em janeiro eu venho aqui contar essa história 😉

Por ora, tô muito animada com minha wishlist de final de ano e, dessa vez, não tem nenhum tema específico em que eu esteja muito focada. Portanto, nela tem um pouquinho de tudo, desde decoração a beleza, até moda a cinema. Espero que vocês gostem e se tiverem indicações de lugares que vendam algum dos itens abaixo, contem nos comentários que eu vou amar saber.

  • DVD Edward Mãos de Tesoura

Edward Mãos de Tesoura não é só um dos meus filmes de Natal preferidos, mas também um dos meus filmes preferidos de todos os tempos! Pra vocês terem ideia, lá na casa dos meus pais em Leme, eu tenho esse filme gravado em VHS (!) porque desde pequena eu já o amava e perdi a conta de quantas vezes o assisti. Agora com o Natal se aproximando bateu uma vontade muito grande de revê-lo pela milésima vez, e decidi que quero tê-lo em DVD na estante pra assistir sempre que quiser.

  • Maletas vintage

Eu acho essas maletas vintage muito charmosas e apesar de muita gente usá-las apenas como decoração, eu não vejo problema algum de usá-las de fato no dia a dia, como se fossem uma bolsa. Dai que esses dias pesquisando itens de decoração na internet, encontrei alguns modelos bem belos e fiquei morrendo de vontade de ter uma para chamar de minha =)

  • Delineador líquido Vult

Eu demorei um tempão pra começar a usar delineador (e isso tem muito a ver com aquele medo de maquiagem que eu tinha e que contei nesse post aqui), mas depois que eu o passei pela primeira vez, virou amor eterno. Hoje em dia não consigo não ter um delineador por perto pra fazer meu olho gatinho e como o que eu tava usando acabou essa semana, tô meio desesperada pra comprar um novo. Li algumas resenhas na internet sobre esse da Vult que me empolgaram. Alguém aí já usou? Gostou?

  • Molduras de gesso

Eu já tinha visto essas molduras no quarto da Mel do A Series of a Serendipity, e essa semana me deparei de novo com elas vendo o vídeo da Bruna do Depois dos Quinze. Lindas, elas podem ou não ter espelho e existem em vários modelos. E se você quiser o cômodo mais colorido, dá pra pintá-las com tinta acrílica.

Tô louca pra comprar algumas e colocar na sala junto com meus quadrinhos!

  • Melissa Ballet II

Essa sapatilha vai ser o presente que eu mesma vou me dar de Natal!

Teve gente que a achou meio infantil, mas ai, não tô nem aí e vou comprar mesmo assim! hahaha. Eu nem sou uma super consumidora da Melissa, mas essa sapatilha me encantou muito, e, além disso, acho que se as roupas usadas com elas derem uma balanceada nessa viba boneca, o look vai ficar bem belo mesmo. Tipo de sapato que eu sei que vou usar até ele quase andar sozinho 😛

E a wishlist de dezembro/Natal de vocês? Já fizeram?

Bisous, bisous