Eu quero mudar o mundo hoje

Desde quando eu era pequena, eu sempre tive essa vontade de mudar o mundo. Essa ideia de que um dia, quando eu fosse mais velha e tivesse realizado coisas muito incríveis, eu poderia olhar pra trás e veria que sim, eu tinha feito algo grandioso o suficiente pra dizer que pelo menos uma parte do mundo eu havia mudado. Que eu havia conseguido criar ou transformar algo muito importante, algo que havia melhorado a vida de outras pessoas, algo que havia feito a diferença na vida de alguém.

{Revolution – The Beatles}

Essa ideia de que “um dia” eu precisava chegar lá sempre me acompanhou. Eu via essas pessoas que haviam construído coisas revolucionárias, que haviam descoberto curas, que haviam impactado positivamente outras pessoas e pensava que eu queria ser como elas. Que se eu batalhasse muito, estudasse muito, me dedicasse muito e me jogasse em um objetivo, um dia eu chegaria lá.

Um dia…

É engraçado que olhando agora pra trás e lembrando de todas as vezes que eu repeti isso – de certa forma tentando provar pra mim mesma que um sonho assim não era utópico –  eu sempre usava a palavra “um dia” relacionada a essa vontade. Era como se o fato de fazer algo muito grandioso estivesse intrinsicamente ligado ao amanhã. Porque, poxa, leva tempo algo assim, né? Como é que você muda a vida de alguém, cria algo incrível, transforma histórias que não são apenas a sua, do dia pra noite? Eu sempre coloquei na minha cabeça que esse tipo de coisa levava tempo.

Mas a verdade é: será que leva mesmo?

Na semana passada meu mundo teve um grande chacoalhão. Daqueles poderosos mesmo que fazem passar um filme na nossa cabeça e nos levam a repensar várias coisas tidas como certas na nossa vida. Isso porque alguém próximo a mim, alguém que eu convivo todo dia, alguém que eu não tinha escutado falar nos livros, nas entrevistas, nas minhas aulas de História, enfim, alguém não-longe do meu universo, fez a diferença na vida de alguém. Aquela diferença louca e gigante que eu sonho um dia realizar. Aquela diferença que transforma a vida e a história de muitas pessoas.

O mais incrível de tudo isso é que essa pessoa não apenas tá aqui, do meu lado, como também fez algo que estava ao meu alcance. Na verdade não só do meu, mas também no de você que tá sentado aí lendo esse texto, no do meu vizinho, no da minha família, no de quase todo mundo que eu conheço. A única diferença é que essa pessoa que queria muito mudar o mundo, que queria ser A transformação, achou uma maneira de fazer isso. Não “um dia”, mas hoje.

E de repente me deu esse choque de realidade de que ainda que algumas mudanças possam levar anos – afinal, descobrir a cura pra uma doença é de fato um processo longo – existem maneiras de impactar a vida das pessoas que só estão aí, a nossa espera. Ainda que eu sempre tivesse a consciência de que pequenas ações do dia a dia também são maneiras de fazer do mundo um lugar melhor, nesses últimos dias me caiu essa ficha de que existem formas de realizar grandes transformações hoje mesmo. Não amanhã, nem depois. E que se a gente de fato quiser, a gente até pode dentro de alguns anos escrever um romance que vai influenciar gerações ou criar um programa que ajude crianças carentes, mas que hoje, hoje mesmo, a gente poe sair à caça de transformações grandes pro mundo. Porque existem transformações ao nosso alcance. Porque a chance de fazermos uma revolução pode estar ali na esquina  agora mesmo.

E eu quero ser a pessoa que vai fazer isso. Você não?

Bisous, bisous

As 10 coisas mais legais do meu mundo!

Essa não é a primeira vez que eu respondo uma tag aqui no blog, mas é sim a primeira vez que faço isso em vídeo! Tô ficando craque no assunto (mentira, demoro uma eternidade pra gravar e editar hahaha) e tô tentando manter uma frequência maior de vídeos por aqui.

Essa tag de hoje chama “As 10 coisas mais legais do meu mundo” e eu a encontrei no canal da Karol Pinheiro (que foi, inclusive, quem a criou) e adorei o fato dela falar sobre vários assuntos diferentes. Acho que é um jeito legal também de me “apresentar” pra quem tá chegando agora aqui no Little Blog ou mesmo pra quem é um novo inscrito do canal. Espero que vocês curtam as perguntas e respostas e fiquem à vontade pra responder a tag no canal e/ou blog de vocês também.

Bisous, bisous e bom restinho de quarta-feira!