O universo mágico de vídeos da Kate Spade

Eu não posso falar em nome de todas as garotas do planeta (apesar de desconfiar que nesse caso até rolaria abrir uma exceção), mas posso falar que pra mim a Kate Spade é a típica marca suspiro. Suspiro pelas roupas, suspiro pelos acessórios, suspiro pelos sapatos, suspiro pela estética, suspiro por essa garota Kate Spade que conforme a gente vai conhecendo mais e mais da marca, vai catando que é uma menina toda sonhadora, que ama ler, se veste de um jeito todo lady like, – mas que também sabe ser básica com detalhes de interessância – que ama tons pastel, poás, macarrons, pequenos prazeres do dia a dia e músicas com cara de antiguinhas – mas que tem todo um gingado moderninho.

Pode parecer exagero, mas pra mim a Kate Spade é uma das marcas que mais tem definida o público consumidor a que se destina. E, no meio do caminho, mesmo as meninas que não são totalmente essa garota Kate Spade acabam se identificando com muito do universo da marca e amando também. Tipo histeria coletiva, sabe? haha.

Mas essa garota Kate Spade mesmo, essa que reúne todas as características da marca, tem uma imagem muito viva na nossa cabeça. E se tem algo que reproduz perfeitamente essa imagem para o nosso “mundo real”, com certeza são os vídeos produzidos por eles, que de um monte de maneiras diferentes traduzem essa garota-musa muito bem.

Reuni então 10 vídeos da Kate Spade (sim, 10, porque aqui é amor mesmo haha) que na humilde opinião desta que vos escreve são os dez vídeos mais fofos, girlies e representativos dessa imagem de menina inspiradora da marca. Eu amo todos de maneiras diferentes e acho que eles têm umas sacadas muito legais de como transmitir um mesmo espírito de alegria e feminilidade usando histórias, lugares e brincadeiras diferentes, porém extremamente belos.

Já aviso que eu não segui a ordem deles de lançamento e muito menos de preferência (isso seria impossível!), mas achei que a seleção final ficou bem legal. E o bom é que esse post já serviu também pra inaugurar a categoria de listas aqui do blog, que eu tava querendo fazer há um tempão.

E agora, chega de mais delongas.  Dá o play e vem se divertir junto comigo!

A Kate Spade fez uma parceria com a grife de bicicletas Adeline Adeline e sob a batuta da designer Julie Hirschfeld foi criada a própria bike da marca. Toda vintage, com cestinha e selim de couro. Morrendo de amores em 3,2,1…

Amo que o vídeo resume todos os benefícios da bicicleta sem ficar merchan demais, tipo mostrando que você pode usar a cestinha dela pra passear com o cachorro ou levar flores para casa, que o modelo dela é confortável a ponto de você passear de vestido e salto e que ela é uma alternativa inteligente e sustentável em meio ao trânsito das grandes cidades. Fora que as paisagens e as cores que aparecem no vídeo são uma delícia à parte.

Só a Kate mesmo (intimidades) pra transformar o vídeo da sua campanha de primavera 2012 literalmente em uma dança das cadeiras. Enquanto as meninas vão brincando para ver quem consegue sentar em todas as rodadas – tudo isso ao som de musiquinhas divertidíssimas – a câmera vai focando nos detalhes da nova coleção, toda com ilustrações da artista australiana Florence Broadhurst.

“This is the story of a charming girl
she laughs out loud, sings off key and believes in taking chances
she is quick and curious and playful and strong
she lets her imagination run away with her
she has never been one to stick to convention
she is fond of daydreams that take her places
she can order a cocktail in six different languages
she feels that understated is overrate

E essa é a história da garota criada pela Kate Spade (de quem eu quero ser BFF), nesse vídeo fofo gravado em uma casa em Covent Garden, Londres, onde a marca fez uma loja pop-up de um mês. Ah,  a música fofa de fundo se chama “I will never love you more” e é da francesa Soko.

Essa campanha da Kate Spade é a mais recente da marca e tem um nome que traduz muito bem seu espírito, afinal, o vídeo todo é cheio de brilhos, luzes, glamour e celebração, bem a cara do Natal e das festas de final de ano.  Mas o mais legal mesmo dessa campanha é que nela a Kate apostou em uma maneira diferente de vender seus produtos. No vídeo original, que dá pra ver aqui nesse link, conforme as cenas da historinha vão se desenrolando, os produtos mostrados – roupas, bolsas, acessórios, etc – aparecem numa barra de rolagem no canto inferior. Por ali, é só você clicar no que gostou que você compra o produto na hora.

Diz se não é sensacional?!

A campanha de outono 2013 da KS leva a gente para passear pelas ruas de Nova York, – tema chave dessa coleção que se inspirou nas cores, arquitetura e sons da cidade – acompanhando uma garota em busca de pistas secretas. No final do vídeo (spilers! haha) a gente descobre que essa caça ao tesouro tinha como prêmio final a 2 Park Avenue Beau, bolsa bapho da marca.

Não só acho o vídeo uma gracinha (adorei que uma das pistas tava no livro), como também acho essa coleção super clássica e elegante.

Na campanha de verão 2012 da KS, para celebrar a empreitada da marca também na moda praia, com roupas e acessórios girlies para o mundo aquático foi gravado esse vídeo que em tradução livre seria algo como “mergulho de cisne ou bala de canhão?” Tem toda a bossa de sempre da brand levada para um dia de muito sol na beira da piscina. Uma delícia!

Essa é uma das ideias de vídeos mais legais que a KS já fez e, – olha que legal! – ele não foi gravado especificamente para divulgar nenhuma coleção! Roupas e acessórios, aliás, só aparecem no look da menina de bicicleta. A ideia da marca, na verdade, é simples e fofa: dizer boas-vindas para a primavera de um jeito ‘fresco, otimista e colorido’. E, para isso, a Kate Spade usou dezenas de cataventos, que todos juntos e pendurados na grade, formam uma imagem tão gostosa de ver que a gente até sente como se essa brisa também estivesse batendo aqui.

Mas gente, e esse inverno 2012 da Kate cheio de cores e bolonas e patins e dancinhas e uma musiquinha animada?! Ah <3 E detalhe que essa pista de patinação foi improvisada dentro da galeria Robert Miller, em Manhattan (chique!). Nesse clima de diversão fica impossível a gente não arriscar uns passinhos junto com as meninas.

Essa animação é meio que o resume daquilo que a Kate Spade bate na tecla em todos os seus vídeos: vamos viver uma vida altamente colorida e bem-humorada! Além disso, ele foi produzido pela Lacey, que tem no seu portfólio a produção de vídeos incri para marcas de peso como Louis Vuitton e Coca-Cola.

Vamos viajar?

No verão 2013 da marca, a gente aprende que fazer mala não precisa ser assim uma coisa chata. Dá pra se divertir sim arrumando as roupas, acessórios e makes que a gente vai usar nas nossas férias de verão. Seguindo a regra número um, é claro, de que tudo deve ser sempre bem colorido 😉

Para mais vídeos da Kate Spade (sim, são muitos!) é só clicar.

E me contem se vocês gostam de posts assim, estilo “listinha”.

Bisosu, bisous

NYFW verão 2014

Kate Spade New York

Kate Spade verão 2014

A Deborah Lloyd, diretora criativa da Kate Spade, é aquele tipo de pessoa que eu morreria de vontade de chamar pra um café pra perder horas e horas conversando. Primeiro porque eu ia querer saber em detalhes as referências que ela usa para os seus desfiles, que sempre trazem temas girlies, fofos e requintados, mas que não soam iguais. E segundo porque eu ia jogar a real pra ver se ela me contava como afinal ela consegue dar um ar tão retrô pra suas roupas e ao mesmo tempo deixá-las com ares moderninhos. Porque se tem algo em que a Kate Spade acerta em cheio, é isso: ela mistura o universo das divas de antigamente, das décadas que a gente vê nas fotos do pinterest e ama, com o lifestyle da garota moderninha, descolada e chique sem esforço.

Nesse verão 2014 foi a vez de se inspirar nos jardins de Giverny – lugar que Monet morou por muitos anos e foi retratado em várias de suas pinturas. E com isso lá vem aquele toque delicioso e retrô da marca: cinturas marcadas, vestidos rodados, chapéus e viseiras para os dias de sol, casaquinhos de tweed, estampas divertidíssimas (“When life give you lemons…”), estampas florais na mais pura tradução dos jardins do lugar e muitas cores vibrantes. Pink, amarelo-limão e até o lindo do tangerine tango deram as caras.

Além disso, a especialidade da Kate Spade, que são os acessórios da marca, muito bem identificáveis por serem originais e ultra femininos, também arrasaram. Eu destacaria com certeza as clutches em formato de livro, que não são propriamente uma novidade, mas que né, são de uma fofura sem fim.

Já na beleza, o branco dominou. Tanto nas unhas que tinham uma francesinha bem moderna quanto nos delineadores de mesma cor.

Jason Wu

Jason Wu verão 2014

“Fluidos e longilíneos.” Taí o combo que define muito bem esse desfile do Jason Wu.

Eu gostei muito desse desfile. Primeiro porque o Jason Wu sempre emprega essa técnica oriental que ele tem no sangue e faz peças muito bem construídas e acabadas. Segundo porque o desfile vem numa crescente, embalada principalmente pelas cores das roupas, sempre em tons metálicos. O metalizado, aliás, também tá na beleza do desfile, que trouxe uma mistura de dourado com marrom bem bela, que deixa a pele viçosa e brilhante. Tudo obra da maquiadora Diane Kendal e seus produtos Lâncome (a marca acabou de lançar uma coleção de maquiagens assinada pelo Jason Wu!)

Em uma coleção onde todas as peças tem movimento e parecem deslizar pela passarela, é lindo ver aquela marca registrada do Jason Wu de imprimir pequenos detalhes sexys em qualquer shape. Tem umas fendas ali, umas transparências aqui e mesmo nos looks mais rígidos, parece que há uma sensualidade inata da própria peça. Uma coisa meio “minha sensualidade tá no meu poder, na minha confiança”, sabe?

Alexander Wang

Lá no comecinho do ano eu fiz um post para o À Moda da Casa falando sobre logomania. Daí eis que agora, no seu verão 2014, Alexander Yang resolve brincar com esse fenômeno dos anos 90 em suas criações.

O logo da sua marca apareceu incansáveis vezes durante a sua apresentação – fica até um jogo de mostra/esconde – nas mais diferentes padronagens. Ainda nessa cara meio de anos 90, o que mais a gente vê nesse desfile é uma roupa bem urbana, bem “das ruas”, toda despojada. Ponto positivo ainda pela combinação de barriguinhas de fora (alô top cropped) com conjuntinhos de mesma estampa.

Diane Von Furstenberg

Diane Von Furstenberg - verão 2014

Diane Von Furstenberg é uma mulher bem provocadora. E não pensem vocês que isso tem a ver com sensualidade, com arrogância ou qualquer coisa do gênero. A provocação a que me refiro aqui é essa esperteza e ousadia dela de sempre ir contra a corrente do que tá acontecendo na moda. Ela é divertida, solta, feliz, um espírito livre que tá dando uma banana pra essa história de ficar dentro do cercadinho tradicional da moda. Dá a impressão de que Diane só quer fazer (e faz) aquilo que ela gosta, e que thank god, é um sopro de ar fresco. Tanto que nessa temporada, mesmo com praticamente todos os desfiles ainda sentindo um reflexo de um período tão recatado, ela vai lá e faz essa coleção toda colorida, alegre, bem a cara dela.

“I didn’t no what I want to do, but I knew the kind of woman that I wanted to be.” – Diane Von Furstenberg

Nesse verão 2014 tinha um time estelar de modelos na passarela da Diane. Modelos como Karen Elson, Karlie Kloss e Naomi Campbell que trouxeram ainda mais vida pra passarela. Nas palavras da própria estilista, ela define essa coleção como “Seja seu próprio oásis… Uma fonte inesperada de renovação, serenidade e beleza.” E isso já vem bem traduzido logo no começo do desfile, quando a gente é bombardeado com os mais diferentes prints das peças, que formam uma mistura louca de pítons, zebras, estampas safáris…  Já a segunda parte do desfile é uma explosão de cores. As estampas brincam de misturar, principalmente, amarelo mostarda com vermelho e azul piscina. Uma caixinha de lápis aquarela linda, linda.

Créditos das fotos: FFW/ImaxTREE

Continua…

Ps: Se clicar nas imagens, elas abrem maiores em uma janelinha aqui dentro do blog mesmo!

Bisous, bisous

NYFW: poder e era disco

Jason Wu

Assim como contei hoje mais cedo lá no facebook, a semana de Moda de Nova York começou terça-feira e desde ontem tão rolando os desfiles mais incríveis do evento. Daí que eu – fã confessa de Jason Wu – já tava me preparando para um desfile sensacional do estilista e thank god, não me decepcionei. Primeiro porque ele faz jus ao trabalho que já realizou até aqui e continua investindo em silhuetas que vão do rígido/utilitário até o fluido sem em nenhum momento perder a sensualidade. É incrível como independente do shape que a peça tenha, Jason Wu consegue imprimir tanta beleza feminina. E segundo porque, nessa coleção em especial, ele construiu a imagem de uma mulher bem poderosa. Desconfio eu que por causa da Miss Wu, que pedia tanto que ele deixasse esse lado mais ‘menina’ falar alto, ele propositalmente fez o oposto na sua marca principal. Das duas formas, ele acerta em cheio.

Desfile Jason Wu

Kate Spade

Mas além dele, a Kate Spade – que sempre tem um perfume girlie delicioso – apresentou uma coleção inspirada na década de 70 em New York. É incrível como toda coleção da Kate Spade me dá vontade de levantar e começar a sei lá…dançar! Ela é engraçada, é alto-astral. E essa pega um monte de referências da era disco e joga nas peças, só que com um ar muito mais moderninho. E aí tem também os acessórios da marca, que são sempre a cereja no topo do bolo. Melhor dizendo, são muitas cerejas no topo desse bolo, porque tanto os acessórios quanto a beleza do desfile são tão ou mais importantes do que as próprias roupas.

Nesse desfile aí eu fiquei com um tiquinho de medo dessas unhas gigantescas, mas to tentando desfocar disso e olhar pras outras coisas belas da coleção hahaha.

Desfile Kate Spade

Ps1: As imagens assim ficam legais? To tentando me arriscar no photoshop e deixar as fotos mais divertidas pra colocar aqui =)

Ps2: Se clicar nas imagens, elas abrem maiores em uma janelinha!

Ps3: As fotos do desfile do Jason Wu são do FFW e as da Kate Spade do próprio tumblr da marca.