Os cinco de março

Todas as fotos desse post são do meu instagram @paulinhav.

Faz um tempinho descobri os desenhos maravilhoso da ilustradora Giovana Medeiros, que tem um traço lindo e super delicado. Pra quem ficou curioso, no site da Giovana e na sua lojinha online dá pra ver os vários tipos de trabalhos que ela realiza com essas ilustras, como cartões-postais, zines e marca-páginas todos decoradinhos. Acreditem quando eu digo que é de chorar de lindo!

Em março comprei dois cartões-postais dela, esse da Mary Poppins e do Edward Mãos de Tesoura daqui de cima. Eles são ainda mais incríveis pessoalmente e vieram em um pacotinho muito fofo, que mostra o cuidado que a Giovana tem em todo o processo, desde a criação das imagens até o envio da compra.

Os dois agora estão decorando a minha mesinha do computador e confesso que é muito gostoso ter essas imagens aqui perto quando estou escrevendo post pro blog. Me sinto ainda mais inspirada.

O Bangkok é um restaurante daqui de Bauru especializado em comida tailandesa, mas que tem no seu cardápio algumas opções de outras nacionalidades também. Eu amo ir lá pra comer Bloomin Onion, aquele prato de cebola que parece uma flor, sabem? O deles é maravilhoso!

No mês passado eles mudaram de endereço e reabriram com uma decoração e proposta bastante diferente. Além do clima todo soturno do lugar, com uma luz bastante baixa e vários pontos de luz com objetos em neon, mais a noitinha eles começam a ter música ao vivo e o ambiente vira algo no estilo de uma baladinha. Achei bem legal e no que depender de mim, Bangkok que me aguarde que vou sempre voltar!

Quem me acompanha nas redes sociais ou lê o blog sabe que em março eu mudei bastante meu visual e cortei esse tantão de cabelo aí de cima. Como eu contei aqui nesse post eu tô muito feliz com essa mudança, especialmente por ela ter acontecido nesse momento e por ter parido de uma decisão e vontade minhas – e não de mais ninguém.

Ainda tenho errado bastante na quantidade de shampoo que coloco na mão quando tô lavando o cabelo e de vez em quando esqueço completamente do novo corte e passo a mão na parte de trás da cabeça, esperando encontrar aquele cabelão. Mas toda hora que faço isso, acabo sorrindo e pensando no quanto foi maravilhoso mudar.

Em um dos domingo de março fiz um programa que sempre amo repetir: ir ao brunch do Alameda e me deliciar com as comidas maravilhosas que eles têm lá.

O Alameda é uma galeria daqui de Bauru que todos os domingos faz esse brunch recheado de pães, bolos, doces, omelete, tapioca, frios, frutas, sucos, danones, cafés e mais um monte de comidas muito, muito boas. Começa as oito e vai até o meio-dia, então é uma delícia pra ir com alguém e ficar longas horas comendo e batendo um papo.

Eu e o Di já fomos algumas vezes e em todas as situações, é sempre a mesma história: nunca sei por onde começo a comer de tanta comida boa e bonita que tem hehe.

Ainda não temos nada concreto em vista, mas eu e Diego estamos pensando seriamente em mudar de apartamento. Nesse meio tempo, qualquer coisa relacionada a decoração tem feito meu coração bater um pouquinho mais acelerado, já que fico pensando nas mil possibilidades que essa fictícia e futura casa pode me dar em termos de decorismos.

Se eu pisar em lojas de decoração como essa daqui de cima, aí então é que não param de brotar ideias na minha cabeça. Acho que até o final desse mês, compartilho inclusive algumas delas aqui no blog.

POSTS DE MARÇO

Pois é, março foi um mês bastante parado aqui no blog, mas em abril tô compensado! Caso vocês não tenham reparado, eu fiquei muito animada com o VEDA que anda rolando no Youtube e acabei trazendo a ideia pra cá, adaptada em textos. Portanto, estamos tendo posts TODOS OS DIAS em abril aqui no blog. Isso faz parte das minhas metas pra ter mais foco em 2016 – lembram que escrevi sobre isso lá no comecinho do ano? – e devo falar disso mais pra frente em outro post.

FILMES DE MARÇO

  • Thelma & Louise | Ridley Scott {1991}
  • Zootopia | Byron Howard e Rich Moore {2016}
  • Ex Machina | Alex Garland {2015}
  • Batman vs Superman: A Origem da Justiça | Zack Snyder {2016}

Bisous, bisous e até amanhã!

Audrey Hepburn ilustrada

Como contei lá no facebook, resolvi resgatar uma categoria aqui do blog que tava criando poeira desde sua primeira – e até então única – publicação: a “Coleção Audrey Hepburn”.

A Audrey Hepburn me inspira muito, em vários quesitos da vida, e eu penso que muita gente que não conhece direito a história dela, acaba vendo essa adoração que tantas meninas têm pela atriz de um jeito um pouco leviano demais. Portanto, se você tem vontade de saber um pouquinho mais sobre quem foi essa atriz e sobre as coisas que ela fez além do cinema, tem esse texto aqui da Capitolina que conta um pouco sobre tudo isso. Vale muito a pena ler!

Bom, a questão é que quando decidi voltar a atualizar essa categoria e fui pesquisar algumas imagens no pinterest pra colocar nos textos, pra minha surpresa e felicidade, me deparei com ilustrações da atriz de fazer cair o queixo de qualquer um (ou, no meu caso, suspirar em alto e bom som).

Como eu não resisto a compartilhar umas belezas aqui com vocês, abaixo vocês conhecem então algumas das ilustrações mais lindas, fofas e incríveis que encontrei da Audrey por aí na internet, e conhecem um pouquinho mais também sobre cada uma das ilustradora responsáveis por essas imagens.

E ah, prometo que logo volto aqui pra de fato atualizar essa categoria com um novo filme 😉

Cena de Funny Face (1957) feita por Emma Block

A Emma já trabalhou pra muita gente, incluindo a UNIQLO, a Orla Kiely e a Anthropologie, e além de ter todo esse dom pros desenhos, também tem o dom da palavra e já escreveu até pro The Guardian! Eu amo o fato dela buscar inspiração em “the people she meets in her everyday life, old photos, vintage clothes, old films, travel, 1950s illustration, 1930s jazz and sausage dogs.” <3

No seu portfólio tem ilustras muito fofas da London Fashion Week e pra revista Darling Magazine.

Audrey como a princesa Ann de Roman Holiday por Hajin Bae.

Hajin mora em Seoul, na Coréia. Ela é ilustradora, designer gráfica e diretora de arte, e já trabalhou até pra Nylon Japão! Seu portfólio conta com imagens meio surreais, que transitam entre o desenho e a fotografia, e que possuem uma personalidade e estilo muito individuais.

Na foto acima, Audrey retratada em vários de seus personagens. Aqui, nas gravações de Roman Holiday. Ambos por Julia Denos

Essas ilustras da Julia (e muito outras!) fazem parte do livro-gracinha “Just being Audrey”(dá pra comprar ele pela Amazon), cheio de desenhos lindos que contam a vida da atriz. Além dele, ela também possui desenhos de moda maravilhosos e outras dezenas ilustrações que estampam capas de livros. Ah, vale ficar de olho no seu blogonde ela compartilha um pouco da sua vida, das suas inspirações e dos seus trabalhos.

Audrey em Dutch in Seven Lessons (1948) por Aline Jorge.

Aline Jorge é brasileiríssima e há pouco começou o “Audrey Hepburn Illustration Project”, que tem como proposta desenhar todos os 29 filmes feitos pela Audrey, um a cada semana, por ordem cronológica. O projeto já conta com o aqui mostrado “Dutch in Seven Lessons” (onde Audrey fez sua primeira aparição!) e o filme “One Wild Oat”, de 1951.

Aline tem ainda um portfólio muito gracinha, daqueles que dá vontade de abraçar cada imagem.

Detalhes milimetricamente captados da atriz por Ilena Hunter

Ileana Hunter mora na Inglaterra e faz desenhos tão realistas que eu fico meio embasbacada. O jeito como ela desenha pequenos detalhes (reparem na sobrancelha e nos cílios meticulosamente feitos dessa segunda foto), são de chorar de lindos! Ela tem uma página no facebook onde compartilha muitas dessas belezas e uma loja no Etsy onde vende seus desenhos.

Espero que você tenham gostado dessa pequena cápsula de beleza para essa terça-feira e continuem a acompanhar essa categoria (e o blog todo! haha).

Bisous, bisous!