Hora do chá & boas lembranças

Quero começar esse post já dizendo algo muito importante: eu não sou fotógrafa. Nem de formação e nem de estudo por conta própria. Mas isso também não quer dizer que eu não goste de fotografia, ou ainda que eu não goste de me arriscar de vez em quando em bater algumas fotos.

Foi exatamente isso que aconteceu no mês passado, no chá de panela da minha irmã, quando eu levei minha câmera pra chácara e ela pediu pra eu registrar o que pudesse da festa e da decoração. No final das contas, as fotos desse dia, – que por si só já tinha sido lindo e divertido – acabaram ganhando um significado ainda maior pra mim. Muito mais intenso e emotivo: foi nessa ocasião que eu vi pela última vez minha vó, que faleceu há poucos dias.

O que era pra ter ficado apenas na lembrança e no coração, acabou ficando também na fotografia, e por mais clichê que isso possa parecer, eu percebi que mais do que beleza, a fotografia tem esse poder de guardar memórias, de reconfortar uma dor, de servir de consolo. Eu olho para as fotos dessa festa e em meio a tanta dor e tristeza, consigo sorrir.

Por isso mesmo, achei que essas fotos eram ideais pra abrir uma categoria de fotografia aqui no blog. Porque elas têm um significado muito forte e muito especial pra mim. Porque elas me fazem querer fotografar ainda mais, me fazem querer captar momentos que não voltam.

Eu prefiro guardar as fotos da minha avó e da minha família aqui comigo, porque ainda não tô pronta pra expor esse momento tão íntimo e importante pro mundo, mas quis dividir aqui com vocês a decoração da festa, que tava linda e que foi tão elogiada por ela.

Cada detalhe foi pensado e executado pela minha irmã (com um pouquinho de ajuda de todo mundo) e o resultado é esse aqui de baixo.

Espero que vocês gostem e que sintam nem que seja um terça da beleza, paz e quentinho no coração que essas fotos me dão.

Bisous, bisous

Os cinco de agosto 2014

Todas as fotos desse post são do meu instagram @paulinhav.

Mais volume :)

Agosto foi mês de mudar um pouco o visual. Digo pouco, porque eu não cortei tanto assim os cabelos (segundo o pessoal da redação, o que eu fiz não foi cortar, mas sim aparar haha). Ainda assim, achei que eles ficaram bem diferentes, já que além de ter repicado super os fios, o cabelereiro conseguiu realizar meu desejo e deixou minhas madeixas com mais volume. Na foto eu tô em uma super produção com babyliss, mas mesmo no dia a dia eles estão com muito mais movimento e eu fiquei muito contente com o resultado final.

A tão sonhada máquina de waffles

Eu amo waffles e já faz um tempão que eu tava com vontade de comprar uma máquina pra fazer essa massa sempre que me desse vontade. Resolvi o problema quando encontrei uma máquina da Philco Gourmet que além de fazer waffles também funciona como grill, já que ela vem com um conjuntinho de grelhas que você pode trocar de acordo com o que vai cozinhar. Achei muito mais proveitoso comprar uma assim, já que eu não tinha grill ainda, e assim que pude já a estreei com todas as gordices que eu tinha direito. Essa foto tá aí pra provar :p

Alguma coisa acontece no meu coração…

Agosto também foi mês de ir pra São Paulo, passear um pouco na cidade e ir na Bienal do Livro. Pra quem não viu, teve até vídeo sobre isso aqui no blog. E entre os programas que fiz nessa minha última passagem pela capital paulista, risquei da minha lista de lugares pra conhecer o encontro da Avenida São João com a Ipiranga, tão famosa por lá e eternizada nos versos de Sampa do Caetano Veloso. De quebra, eu e Diego ainda almoçamos no Bar Brahma, que é daqueles lugares que têm muitas histórias pra contar, e vocês sabem como eu sou apaixonada por lugares que contam histórias, né? Falei sobre todos esses passeios no post Desbravando São Paulo #3. Corre lá pra ver!

Babi e Irena :)

A Bienal do Livro desse ano foi muuuito legal, mas melhor até do que os livros novos foram as companhias que estiverem comigo nesse dia: Diego, namorado e melhor amigo; Babi Carneiro, amiga querida e fotógrafa-gênia e Irena Freitas, ilustradora de mão cheia e uma das pessoas mais fofas que já conheci. Essa, aliás, foi a primeira vez que eu vi a Irena ao vivo e a cores, já que ela é de Manaus e deu certo de nós duas irmos visitar a Bienal no mesmo dia.

Alguém aí também foi na Bienal desse ano? Vocês gostaram?

Naked cake dos deuses

Minha irmã casa no mês que vem (vou ser madrinha de casamento pela primeira vez na vida!) e agora em agosto aconteceu seu “chá de panela”, “chá bar” ou como você preferir chamar. Eu ajudei com tudo desde o comecinho, inclusive fazendo os convites, as etiquetas e as lembrancinhas, mas foi só no dia mesmo do chá que a gente conseguiu ter uma proporção de tudo que foi organizado e planejado pra essa festa. E, olha, foi até melhor do que o esperado!

A decoração ficou linda e tanto a mesa de doces quanto a de salgados tava incrível. Em meio a tanta coisa deliciosa pra comer haha, eu fiquei muito apaixonada pelo visual e pela delícia que tava esse naked cake. Pra comer já querendo mais um pedaço :p

Bisous, bisous

Os cinco de abril 2014

Todas as fotos desse post são do meu instagram (@paulinhav).

Um dos quadros maravilhosos que tem na Luminosidade

Lá em 2010/2011 eu morei durante um tempinho em São Paulo e trabalhei na Luminosidade, – maior empresa de moda do Brasil – fazendo a produção do SPFW e Fashion Rio. Foi uma das experiências mais incríveis e inspiradoras da minha vida, e além de eu ter tido a oportunidade de conhecer todo o behind the scenes da maior semana de moda da América Latina, eu tive certeza que moda era mesmo aquilo com o que eu queria/quero trabalhar.

Bom, passaram-se alguns anos desde então, e agora em 2014, no comecinho de abril, como fui pra São Paulo assistir o SPFW e rever alguns amigos, aproveitei também pra passar na Lumi e matar a saudade do lugar. Muita coisa mudou de 2011 pra cá (até o prédio agora fica em outro lugar), mas a inspiração que eu senti quando coloquei os pés naquela empresa é a mesma de quando entrei pela primeira vez.

Na foto aqui aparece um dos inúmeros quadros de moda que eles têm espalhados pelas suas paredes. É tipo um pedacinho bem pequeno de como essa lugar é lindo e transborda moda e beleza em todos os seus cantos.

Amiga & cupcakes <3

Em São Paulo aproveitei também pra matar a saudade da amiga & fotógrafa Bárbara Carneiro. Eu e a Babi somos amigas há anos, mas como ela mora em São Paulo e eu em Bauru, quando a gente se vê pessoalmente é praticamente uma festa haha. A gente tenta aproveitar bastante mesmo e fazer o máximo de programas que pudermos.

Dessa vez, além de termos almoçado juntas na sexta-feira, – quando também comemos esses deliciosos cupcakes comprados pela Bá – conseguimos nos ver no domingo. Passeamos pela Livraria Cultura e fomos tomar um café em um Starbucks ali perto, ou seja, o tipo de programa que eu não reclamaria de fazer todo final de semana :)

Desfile da Melissa na 37ª edição do SPFW

Ainda sobre São Paulo: como eu contei, um dos motivos de ter ido pra lá em abril foi que tava rolando o SPFW verão 2015. Eu fui assistir os desfiles do último dia e fiz um post aqui no blog contando como foi. Pra ler, é só clicar!

A foto aqui de cima é de um pedacinho do desfile da Melissa, que tinha como tema central da coleção o prazer de comer.

Uma vez sponsor, sempre sponsor

Lembram que contei ali em cima sobre a época que trabalhei na Luminosidade? Pois então, além da experiência profissional incrível que tirei disso, acabou que fiz verdadeiros amigos nessa lugar.

Desde então nós tentávamos  marcar um almoço pra reunir todo mundo, mas nunca dava certo porque muita gente não mora mais em São Paulo (alguns nem moram mais no Brasil). Só que aí no começo de abril, apesar de não termos conseguido reunir todo mundo, uma parte de nós conseguiu se ver, e finalmente fizemos com que aquele almoço – que já tava virando lenda! haha – desse certo. Foi lindo, lindo, e agora eu morro ainda mais de saudade deles.

Um dos melhores chás que já tomei

Uma amiga minha comprou esse chá de frutas silvestres da Twinings e disse que era “uma das melhores coisas que ela já havia tomado”. Não demorou muito e eu vi a Melina do A Series of a Serendipity falando sobre como ele era maravilhoso também. Pronto, coloquei na cabeça então que queria experimentar esse chá haha.

Comprei essa caixinha e uma outra da mesma marca, mas com sabor diferente, em um Pão de Açúcar lá em São Paulo. Se alguém se interessar, não sei se eles tem esses chás em todas as unidades, mas ainda acho o lugar mais provável de se achar.

Bisous, bisous e até o próximo post o/