Resolvi repetir a listinha que fiz com restaurantes e cafés excelentes de Londres e fiz a versão Paris, com algumas indicações de lugares que fui na viagem e que tinham uma delícia-de-comida-quero-voltar-já!

E não preciso nem falar que quem tiver dicas de outros lugares deliciosos, pode ficar à vontade pra deixar nos comentários também, né? Ainda quero voltar pra cidade luz e conhecer todo cantinho bacana que eu puder.

AMO croque monsieur e aproveitei pra experimentar o prato em vários dos resaturantes que fui. Esse daqui tava especialmente delicioso.

Em Paris eu fiquei hospedada em Montmartre, um bairro super charmoso que fica no alto de uma colina e tem muitos restaurantes, cafés e floriculturas espalhados por suas ruazinhas. Diferente de Londres, onde no nosso bairro a variedade de lugares pra comer era bem restrita, em Montmartre existem restaurantes e cafés para todos os gostos e bolsos. Em qualquer canto que você olhe há um restaurante francês, uma creperia, uma boa cantina italiana ou ainda um café charmoso cheio de mesinhas na calçada.

Por causa disso, eu e Diego almoçamos e jantamos várias vezes em lugares próximos ao nosso hostel, e um desses cantinhos foi o Pub Montmartre, que além de ter uma atendente super simpática, tinha uma comida quentinha, deliciosa e com um preço bem em conta. Esse pub é muito animado, cheio de gente jovem, rápido na feitura dos pratos e ainda permite a entrada de animais, o que pode te levar a encontrar, como aconteceu com a gente, uma dupla muito simpática de pugs.

Na hora de decidir o que comer eu nem pensei duas vezes e pedi um croque monsieur, já que eu amo esse prato e tava doida de vontade de experimentar a receita original francesa. Ele veio acompanhadoo de batatas fritas, uma salada bem temperada e era simplesmente enorme. Diego que é bem exigente com comida, – na maioria das vezes bem mais do que eu – escolheu uma massa e elogiou bastante o seu prato também. Portanto, a avaliação aqui do lugar foi mais do que positiva.

Pub Montmartre
Endereço: 11 Rue Joseph de Maistre, 75018 Paris, França
Facebook: https://www.facebook.com/pubmontmartre

Foto do meu instagram @paulinhav

Foto do meu instagram @paulinhav

O des 2 Moulins se tornou mundialmente famoso por ser o café onde foi gravado “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, filme francês de 2001 estrelado pela fofa Audrey Tatou. Quem assistiu ao filme deve se lembrar das muitas cenas que se passam dentro do lugar, e possivelmente vai amar uma visitinha ao local para se sentir um pouco mais submerso dentro da história.

Esse café também fica em Montmartre (fiquei hospedada a cinco minutos dele) e é um dos pontos turísticos mais famosos do lugar. Dependendo do horário em que você for, fica um pouco concorrido achar uma mesa para se sentar, mas acredito que quem também é apaixonado pelo filme (amo aquela frase que diz “são tempos difíceis para os sonhadores”), vai gostar da visita.

Indico ele especialmente como cafeteria, já que as refeições são gostosas, mas possuem um preço salgado em comparação a outros restaurantes e cafés. O fish and chips, por exemplo (prato que experimentamos por lá logo no nosso primeiro dia em Paris) era gostoso, mas menor e mais caro do que em outros lugares. Então dê uma passadinha por lá no final da tarde, peça um cappuccino bem gostoso e aproveite esse cantinho lindo de Paris.

Café des Deux Moulins
Endereço: 15 Rue Lepic, 75018 Paris, França
Google+: https://plus.google.com/112738451887008505124/about?gl=br&hl=pt-BR

Minha foto não faz jus a beleza que é a fachada da loja da Ladurée na Champs Elysées.

Minha foto não faz jus a beleza que é a fachada da loja da Ladurée na Champs Elysées.

Pretendo fazer um texto especial aqui no blog sobre a história da Ladurée, mas já adianto que sempre tive uma admiração enorme por tudo que a marca fez e por ter conseguido transformar seu nome em sinônimo de tradição e competência.

Só para contextualizar para quem não conhece a empresa, vale dizer que a Laudurée existe desde 1982 e é uma marca francesa especializada em doces finos e deliciosos. Ela construiu um verdadeiro império ao longo dos anos e hoje possui pâtisseries espalhadas por todos os cantos do mundo, inclusive no Brasil.

Na viagem, visitei a Ladurée da Avenue des Champs-Élysées e de Versailles (sim, existe uma loja deles lá!) e pude finalmente provar os tão famosos macarons da marca. Ganhei do Di uma caixa com oito macarons (você pode montar sua caixa com qualquer um dos sabores do catálogo) que custou £16.30. A caixa, aliás, é uma graça e agora está enfeitando lindamente a minha cômoda.

A Ladurée é bastante cara sim, mas visitar uma de suas lojas em Paris, provar aqueles doces maravilhosos e desfrutar do ambiente delicioso que eles possuem, – já que o atendimento, os detalhes, o conforto e a beleza das suas lojas possuem características muito próprias – valeu muito a pena.

Ladurée {Paris}
Endereço: 75 Av. des Champs-Élysées, 75008 Paris, França
Além dessa, existem outras seis unidades da marca em Paris e uma em Versailles.
Site: https://www.laduree.com/en_int/

E adivinhem o que eu pedi de novo? Sim, croque monsieur! hahaha

O Le Latin Saint Germain foi uma surpresa incrível e agradável! No penúltimo dia da viagem, pegamos uma chuva bem forte na hora do almoço e como tanto eu quanto Diego já estávamos morrendo de fome, acabamos escolhendo um restaurante ao acaso pra nos abrigarmos da chuva e comermos algo. E que bom que a gente fez isso justamente aqui, nesse lugar!

Além de ter um cardápio bem variado, que passa não só por pratos, mas saladas, croquies, brusquetas e muito mais, ele também tem uma carta de vinhos bem interessante.  Localizado em Saint Germain, o lugar é igual aqueles típicos restaurantes franceses que a gente vê em filmes, com um interior super acolhedor e mesinhas pequenas nas calçadas.

Pedi um croque monsieur de novo (eu realmente adoro esse prato) que tava excelente e vinha acompanhado de uma salada (com alfaces roxas <3) e batatas fritas bem crocantes.

Le Latin Saint Germain
Endereço: Boulevard Saint-Germaine 92, 75005 Paris, França
Site: http://www.latinsaintgermain.fr/

E é isso, gente. Eu analiso restaurantes e comidas das formas mais doidas possíveis, porque né, não sou profissional, mas espero que alguma dessas dicas possam ajudar alguém que esteja à procura de um lugar gostoso pra comer em Paris.

Bisous, bisous e bom feriado