Pra ler sobre os desfiles do primeiro dia de SPFW verão/2014 é só clicar aqui.

Adriana Degreas

Eu sou meio chatinha pra moda praia, devo confessar, mas a Adriana Degreas fez um desfile tão bonito e tão distante daquela visão que eu sempre tive de moda praia que me encheu os olhos! Primeiro que o tema escolhido, o Rio de Janeiro dos anos 20, 30, 40 e 50 (!), por si só já é um tema que me faz dar pulinhos de inspiração. Amo as cores e as formas geométricas que foram trabalhadas ao longo do desfile, que ora apareciam em peças distantes do corpo (e que me fizeram lembrar muito de Pierre Cardin) e que às vezes apareciam tão justas, quase anatômicas. Foi um desfile lindo, com uma beleza bem arrebatadora – inspirada em Audrey Hepburn, como poderia não ser? Uma moda praia extremamente elegante.

Acquastudio

Diretamente do Fashion Rio pra Bienal do Ibirapuera, a Acquastudio desdobrou o tema “navy couture” naquilo que a gente já conhece: pérolas (que apareciam nas roupas e também naquele colar (?) que quase todas as modelos tinham), mistura de branco e azul marinho e muitas listras. Além disso, o que não faltou foram babados, plissados e tudo aquilo que fosse necessário pra deixar a roupa mais ‘gordinha’. E claro que os tecidos ficaram ali entre o tule e a organza, que além de darem armação para a peça, davam muita fluidez.
Eu que sou fissurada no tema e em seus desdobramentos não tinha como não gostar e ó, to mega apaixonada por esses óculos!

Ronaldo Fraga

E lá vou eu de novo falar de Ronaldo Fraga tentando não ser piegas. E olha, isso não é fácil! Os desfiles dele sempre têm essa veia mais conceitual (já falei desse assunto aqui) explorando temas brasileiríssimos. No de verão/2014 foi a vez de falar sobre futebol! E vale revisitar as décadas de 30 a 50, dando especial atenção pra inserção dos negros no esporte, coisa rara até então. E é gostoso observar como o tema foi desdobrado de maneira tão esperta. Quase que literal nos sapatos em forma de chuteira (abertos na frente, exatamente como eram as chuteiras da época, usadas por diferentes jogadores e que portanto tinham que servir no pé de qualquer um), nos brasões dos times e nos calções que apareceram diversas vezes na coleção; de maneira mais discreta nas listras – em referências as demarcações do campo e das traves – e nos hexágonos que oram brincavam com a ideia de uma bola desconstruída e ora com a rede do gol.
É lindo ver o trabalho de Ronaldo! Fico verdadeiramente emocionada.

Forum

O desfile da Forum também falou sobre o universo navy, mas dessa vez ele foi embalado pela bossa nova dos anos 60. E até aí, como ponto de partida, é algo que me cria muita curiosidade e expectativa. Por um lado, eu fiquei muito satisfeita com o resultado final: as estampas usadas são lindas, mas lindas mesmo, provavelmente as estampas mais bonitas desse segundo dia de desfile. Além disso, o turbante usado por muitas modelos foi algo bem fresh, que trouxe interessância pra roupa sem pesar. No entanto, por outro lado, o que talvez mais me desgoste nesse desfile da Forum é a modelagem das peças, que às vezes vinham chapadas demais, largas demais. Faltava um pouco de vida pra roupa, coisa que só a estampa não dava conta de fazer.

Ellus

Antes de falar de Ellus eu quero falar de Lindsey Wixson. E, por favor, não joguem pedras em mim! Eu amo a Lindsey na fotografia, amo esses lábios de coração que só ela tem, amo esse jeito menina-mulherão que ela passa na foto, mas na passarela… pode ser apenas um estilo diferente, é claro, mas eu ainda não consegui me acostumar com a forma como ela desfila. Deem uma olhada no vídeo (ela é a primeira a entrar) e tirem suas próprias conclusões. Assisti um vídeo da Gloria Kalil em que ela compara a Lindsey a uma ‘potra selvagem’ (?) na passarela. Por mais bizarra que possa parecer a comparação, Glorinha (intimidades) tem toda razão.
Mas vamos falar de Ellus! Eu tinha quase certeza que, em algum momento, uma modelo ia entrar na passarela pilotando uma moto pra fazer jus às peças da coleção. Brincadeirinha. Mas que a Ellus veio toda street, toda urbana, ah, isso veio! Não é das coleções que eu mais amo, mas é bem comercial, é super bem acabada e totalmente puxada para o militar, que já tá voltando nada tímido paras as vitrines. Além disso, a marca trouxe jaquetas perfectos que vão vender horrores nas lojas e veio seguindo a mesma linha das suas últimas coleções. No seu jeitinho bem Ellus de ser.

Mudando de assunto...

  • Quero falar de todos os desfiles desse SPFW, mas juro que nos próximos vou tentar ser mais rápida pra subir os textos! ;}
  • As montagens daqui do post ficaram boas? Com a ajuda do namorado, muitas dicas e inspirações vindas da @IamYasminAraujo (obrigada Ya, suas montagens são as mais lindas do universo!) e depois de muito tempo no photoshop, acho que encontrei um ‘padrão’ aqui pro blog pra subir imagens de desfiles. É claro que de vez em quando dá pra fazer algo diferente, mas gostei desse resultado final aqui de cima! Me deem suas opiniões! :*

Créditos das fotos: FFW | ©Ag. Fotosite